2° andar da Biblioteca

Ir em baixo

2° andar da Biblioteca

Mensagem por Kaito S. Tawaraka em Qua Jun 26, 2013 5:04 pm

Já o segundo andar faz parte da área restrita que é totalmente trancada e tornando impossível se não tiver a chave correta. As paredes são grossas tornando impossível ouvir o que acontece no primeiro andar, tornando o local bem silencioso. Kaito usa o segundo andar como sua moradia, uma grande janela dá vista para a rua logo abaixo, tem uma sala de estar comum, uma cozinha, dois quartos e um banheiro. Originalmente, o segundo quarto pertencia a Kaito quando o tio estava vivo, mas após a morte Kaito ficou com o primeiro quarto e o segundo se tornou para visitantes, embora Kaito quase não tenha um.

Os móveis da residência são simples e antigos. Há diversas prateleiras mas nenhuma foto nelas. Muitas delas tem livros e livros e de vez em quando algumas tem um vaso de plantas ou de enfeite. O segundo andar é totalmente limpo e cheiroso por causa da empregada contratada por Kaito, que limpa todos os domingos.

Sala:



Abriga alguns quadros e umas prateleiras com livros e vasos de decoração nos cantos. É um lugar bem confortável, ótimo para relaxar e pensar um pouco.

Cozinha:



Simples e bastante utilizada por Kaito, que gosta de cozinhar utilizando de seus livros de receita da biblioteca.

Banheiro:



Quartos:



Os quartos são iguais, em estrutura e mobília, possuindo ambos um armário com duas portas e quatro gavetas, duas mesinha de cabeceira de três gavetas, dois abajures, duas janelas tomadas e um computador cada, para acessar informações e saber o que se passa no país inteiro.

_________________


If  I  kill you...
I see you in hell. And if I could not save you ...

CREDITS @
avatar
Kaito S. Tawaraka
Agentes Espirituais



Masculino Mensagens : 38
Data de inscrição : 25/06/2013
Idade : 28
Localização : Em nenhum lugar

Ficha do personagem
Nível:
HP:
100/100  (100/100)
Mochila do personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 2° andar da Biblioteca

Mensagem por Miyuki Terumi em Qua Jun 26, 2013 9:13 pm

i'm no good at goodbyes


Pode não parecer, mas eu sou uma menina bem simples de agradar, claro com relação a itens é claro, não sou muito mimada então não era preciso coisas caras e brilhantes para me impressionar (tá, quanto a parte de brilhantes esqueça, eu adoro coisas brilhantes, me hipnotizam), mas não fiquei chateada quando percebi que Kaito estava aliviado por eu gostar daquele seu lugar simples, eu sei bem como a maioria das mulheres podem ser...

Só que não aguentei quando ele disse que não merecia meu elogio, não fiquei braba realmente, só não gostei de ele pensar daquela maneira- Que isso K, claro que merece! -comentei, dando um tapinha no ombro dele, mas ainda sem soltar o braço dele do meu abraço. Mas então chegou a hora em que ele deu a permissão para que eu pudesse ver o lugar em que ele morava- Aih, obrigada! -agradeci e o segui. Cheio de estilo como sempre, ele usou seu poder para materializar uma chave estranha que se encaixava com uma fechadura ainda mais estranha, mas quando ele abriu aquilo e eu olhei a sua sala de estar, meu queixo caiu.

- Carambaaaa! Que lugar lindooooo! -eu disse bem alto, e logo em seguida levei uma de minhas mãos até a boca, envergonhada- Aih, desculpa, acho que vou incomodar seus vizinhos! -falei, corada por alguns momentos, mas logo o momento de vergonha passou quando eu vi as poltronas dele. Nossa, eu não aguentei, soltei Kaito, praticamente deslizei pelo chão (pois é, esqueci de falar, estava descalça esse tempo todo hoje) lisinho da sala dele, e pulei em uma poltrona, por trás, me sentando de frente para a lareira dele- Que casa linda Kaitoo! -eu falei, animada e voltando a olhar para ele. Levantei-me do sofá e comecei a dar algumas voltas pela sala, só para olhar os detalhes, e eu realmente adorei tudo!

Mas aí veio uma coisa na minha cabeça, e eu tive que compartilhar aquilo com o dono do lugar- Sério, se sua sala é assim, me mostra o resto da casa? Onde fica seu quarto? Tem quantos banheiros aqui? -perguntei, indo na direção dele e novamente abraçando seu braço- Onde eu vou dormir? -não resisti e perguntei... Mas fazer o que? Sou curiosa mesmo poxa!



♦ The White Swan ♦ @ CG

_________________

avatar
Miyuki Terumi
Furries



Feminino Mensagens : 26
Data de inscrição : 24/06/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 2° andar da Biblioteca

Mensagem por Kaito S. Tawaraka em Qua Jun 26, 2013 9:44 pm




TAG:Deadshot  | WEARING: Suit and coat |NOTES: 22 years, 184 cm, 69kg, Pistols 1 | Pistols 2
A life without challenges...


Você é um doce de pessoa, Miyuki-san. - disse sorrindo enquanto ela me corrigia e dava um tapinha em minhas costas. Então mostrei a ela o segundo andar e minha felicidade e alívio pela reação dela poderia ser sentida do outro lado da rua. Novamente aquele grande e raro sorriso surgiu. Ou pelo menos era raro, pois após conhecer Miyuki ele ficou relativamente comum.

Observei a Furrie se divertir nas poltronas, dando voltas pela sala e observando tudo. Aquilo me fez muito feliz. Com um único movimento da mão direita, desfiz a chave e o casaco de Miyuki, rapidamente ligando a lareira que funcionava a gás. Quando me espreguicei aliviado pelo calor confortável e aconchegante que tinha surgido naquele momento, fui lotado de perguntas. Observei Miyuki por um tempo antes de começar a respondê-la, apreciando o sentimento de felicidade que ela demonstrava.

-Não se preocupe com os vizinhos, as paredes desse andar são feitas especialmente para não se ouvir nada lá fora e a gente não ouvir nada de fora. É por isso que eu gosto de ler aqui, é mais tranquilo e silencioso... - sorri gentilmente. - Me siga. Você vai ter um quarto só seu, e só temos um banheiro. É uma casa bem simples na verdade, mas eu gosto daqui pelo conforto... Venha comigo... - disse, andando em direção a uma das portas a um dos extremos da parede e a abrindo, mostrando a cozinha. - Essa é a cozinha, onde eu pretendo preparar as nossas refeições... - sorri e logo depois levei a Furrie todo o percurso novamente, indo em direção exatamente oposta da porta da cozinha, que revelava um corredor espaçoso, que abrigava 3 portas. Uma na parede esquerda, outra na parede direita e outra em frente. Abri primeiramente a porta da direita, revelando o banheiro simples.

Em seguida a porta da esquerda, revelando um dos quartos; o mais bem cuidado e intocado. - Esse vai ser seu quarto, Miyuki-san. - disse, deixando-a entrar enquanto observava a sua reação e a deixava se acostumar com o quarto. - O outro quarto é o meu, mas tá meio bagunçado então não acho que você queira ver... - finalizei com um pouco de vergonha em um tom gentil.





...is not worth living

TANKS BEECKY, AT OOPS!



Última edição por Kaito S. Tawaraka em Sex Jul 19, 2013 4:20 pm, editado 1 vez(es)

_________________


If  I  kill you...
I see you in hell. And if I could not save you ...

CREDITS @
avatar
Kaito S. Tawaraka
Agentes Espirituais



Masculino Mensagens : 38
Data de inscrição : 25/06/2013
Idade : 28
Localização : Em nenhum lugar

Ficha do personagem
Nível:
HP:
100/100  (100/100)
Mochila do personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 2° andar da Biblioteca

Mensagem por Miyuki Terumi em Qua Jun 26, 2013 10:48 pm

i'm no good at goodbyes


Uma casa bonita como aquela, eu entro bagunçando tudo e me sentindo logo como se estivesse na minha casa e o próprio dono dela não se importa? Simplesmente como eu podia ter tanta sorte? Deve ser coisa de gata mesmo (entende agora porque amo tanto ser uma felina?), então eu tentei agir naturalmente, mas estava claro que eu estava alegre demais por ele ser tão paciente e fofo comigo.

- Paredes que não deixam passar som? Sério? -perguntei, admirada e mais ou menos de boca aberta enquanto olhava para as paredes, tentando acreditar que elas realmente isolavam o som- Nossa, dar uma festa aqui deve ser a melhor coisa do mundo! -supus, com um sorriso radiante no rosto e olhos brilhando, cheia de ideias. Mas só aí percebi aquele calorzinho próximo de mim, Kaito tinha ligado as chamas da lareira, que sem o meu casaco que ele havia me dado- Aih, um quarto todo pra mim e você ainda tem coragem de falar que essa é uma casa simples? Deixa de ser modesto seu fofo! -disse, dando um tapinha no ombro dele e rindo, acompanhando-o.

Primeiro ele me mostrou a cozinha- Hm... vou vir muito aqui! -falei, lambendo meus lábios, e dando risada, não resisti a brincadeira. Em seguida, ele me mostrou o banheiro da casa, simples, mas bonito- Simples e bem arrumado, gosto disso... Gosto de tudo que é simples mas arrumado, mostra muito do dono! -elogiei o banheiro dele- E cheira bem também! -foi meu último comentário antes de sair de lá, não podia deixar passar esse ponto positivo pois geralmente banheiro de homem, ainda mais de alguém que mora sozinho, é muito fedido, mas ele parecia que tinha muito zelo, eu adorei aquilo, iria conseguir viver ali tranquilamente.

Mas quando vi meu quarto, eu adorei de primeira. Entrei, dei uma volta entorno de eu mesma para olhar tudo, e então me joguei na minha cama de casal, era muito, muito confortável- Céus que cama boa... que quarto lindo... eu podia morar aqui para sempre... -eu digo toda preguiçosa, afundando na cama... Podia desmaiar ali mesmo, havia gastado muita energia naquele dia, mas ainda tinha mais, e eu voltei a me ligar quando Kaito falou de seu quarto- Opa, eu quero ver sim! Adoro coisas simples mas bagunça é comigo mesma! -disse, e levantei em um pulo, cheia de energia ainda, ou melhor, restando um pouco né...

Mas o dia estava acabando, e não seria nada mal conhecer daquele espaço pessoal do meu anfitrião!

♦ The White Swan ♦ @ CG

_________________

avatar
Miyuki Terumi
Furries



Feminino Mensagens : 26
Data de inscrição : 24/06/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 2° andar da Biblioteca

Mensagem por Kaito S. Tawaraka em Qua Jun 26, 2013 11:37 pm




TAG:Deadshot  | WEARING: Suit and coat |NOTES: 22 years, 184 cm, 69kg, Pistols 1 | Pistols 2
A life without challenges...


Fiquei observando Miyuki com um sorriso no rosto. Ela tinha gostado da casa, e isso me deixava feliz e mais despreocupado. Mas então ela disse que queria ver meu quarto mas infelizmente tive que negar seu pedido. Olhei em seus olhos e com um sorriso gentil, respondi a sua pergunta calmamente.

- Você deve estar cansada, Miyuki-san. Amanhã eu te mostro, eu prometo. Mas estou morrendo de sono, estou cansado e com bastante fome, então acho que vou preparar algo para comermos depois de tomar banho... Descansa, tá okay? - digo sorrindo.

Então me retirei do quarto da Furrie e fui em direção ao meu, abrindo-o e deixando a porta encostada pois eu ia sair dali logo depois. O quarto estava inteiramente bagunçado. Pilhas e pilhas de livros cercavam a cama e a mesinha de cabeceira, o abajur mal iluminava o local cercado de livros, alguns papéis e pergaminhos antigos... Eu vivia muito tempo trancado naquele quarto. Fechei a janela para que não deixasse o ar frio invadir totalmente o local na hora do sono e então comecei a abrir meu armário que pelo menos estava organizado e peguei uma calça preta larga, uma cueca e uma camiseta branca comum, em rumo ao banho.

Ao menos o quarto não cheirava mal, apenas estava lotado de livros, parecendo uma biblioteca mal feita. Mas eu conseguia entender aquela organização... Enfim saí do quarto e fui em direção ao banheiro. Eu estava suado e um pouco sujo, e um bom banho certamente me deixaria confortáve. Pendurei a toalha no banquinho de madeira ao lado da banheira, e deixei a roupa em cima do mesmo. Logo após, fechei a porta; tinha que me lembrar disso agora que tinha visitas...

Passaram-se um pouco mais de 15 minutos, quando então eu saí do banheiro com os cabelos molhados, vestindo a calça preta e a blusa branca e utilizando chinelos cinzentos, a roupa suja na minha outra mão e a toalha branca no meu ombro. Separei a roupa suja e coloquei-a no cesto de roupa suja no meu quarto, para lavar mais tarde.

Foi então quando fui em direção a cozinha e perdi algum tempo preparando um bom bife com um pouco de arroz, feijão e farofa. Era um prato fácil que tinha aprendido em um dos muitos livros de culinária e era rápido de fazer e que muitos gostavam como por exemplo no Brasil. Após pronto a comida, fui novamente ao quarto de Miyuki para chamá-la para comer algo, lembrando-se que ela deveria estar com mais fome que ele.

Algum tempo se passou quando finalmente acabei de comer e fiquei esperando Miyuki terminar, lavando seu prato juntamente com o meu e dando boa noite a Furrie na porta de seu quarto quando a mesma iria se deitar. Eu tinha deixado materializado um novo pijama para a garota, se ela quisesse vestir roupas limpas.

- Ei, Miyuki-san... Pode vir aqui um minuto? - chamei-a antes da mesma se deitar. Esperei a mesma estar no corredor comigo para eu admirá-la um pouco mais... Então me aproximei dela e sussurrei algumas palavras para a Furrie. - Obrigado, Miyuki-san... Por fazer companhia para mim e trazer de volta a felicidade que eu já tinha perdido a algum tempo... Gostei muito de passar o dia com você. Boa noite... - disse e então aproximei minha face da face da Furrie e sorri, corando...E então abracei Miyuki e por fim a beijei...Foi um beijo curto, nada demorado... Eu deixei me levar um pouco pela situação, mas consegui me conter o suficiente. - Tenho que me controlar diante de você... - sorri de forma suavemente maliciosa e então fui para meu quarto...

Tinha sido um dia cheio.





...is not worth living

TANKS BEECKY, AT OOPS!



Última edição por Kaito S. Tawaraka em Sex Jul 19, 2013 4:21 pm, editado 1 vez(es)

_________________


If  I  kill you...
I see you in hell. And if I could not save you ...

CREDITS @
avatar
Kaito S. Tawaraka
Agentes Espirituais



Masculino Mensagens : 38
Data de inscrição : 25/06/2013
Idade : 28
Localização : Em nenhum lugar

Ficha do personagem
Nível:
HP:
100/100  (100/100)
Mochila do personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 2° andar da Biblioteca

Mensagem por Miyuki Terumi em Qui Jun 27, 2013 12:18 am

i'm no good at goodbyes


Eu entendi que ele não queria me mostrar seu quarto, tudo bem, estava tão cansada quanto ele, andamos o dia inteiro e eu comi quase nada, estávamos realmente cansados, e eu também estava com minhas energias na reserva, por isso não insisti também, acho que não conseguiria ainda que eu quisesse.

- Tudo bem Kaito-san, foi um dia longo, você tá certo! -disse para ele, apoiando minhas mãos em seus ombros, para que ele relaxasse, então o deixei ele sair, mas assim que ele saiu, não fiquei fazendo muita coisa por ali. Eu estava suja, mas não considerava que estava em um nível tão urgente que fosse extremamente necessário um banho, então decidi ficar mexendo no meu quarto novo. Novo vírgula né, pois nem sei quanto tempo poderei ficar ali antes de começar a ser um incômodo para Kaito, então decidi tentar não me acostumar.

Eu podia ouvir o rapaz andar pela casa dele, tenho orelhas sensíveis e a porta tava aberta, mas nem prestei muita atenção nisso. Eu afofava as almofadas, me enrolava nas cobertas e deitava na cama para experimentar tudo e saber aonde e como iria dormir. E eu não havia terminado ainda quando Kaito me chamou para ir comer, mas quem é que rejeita comida quando lhe é oferecida, né? Fora o fato também de que estava com fome...

Fui jantar com Kaito e tentei não fazer muito barulho, mas sorria o tempo todo, quando não estava de boca cheia né, pois era tudo muito saboroso, realmente eu adoro comida humana, podia ser a mais simples que fosse. Enfim, quando terminei e me dei por satisfeita, agradeci ao meu novo amigo pela comida e por ter lavado meu prato também, e é claro, aceitei o pijama que ele havia feito aparecer, eu iria adorar roupas limpas, mas antes de começar a me trocar fui chamada pelo rapaz novamente.

- Claro K! -disse, tão feliz que saltitava- Sim? -perguntei, quando me aproximei dele, então vi que ele se aproximava- O que? Como assim trazer de volta? Eu também gostei de passar o dia com você mas... -só que antes que eu terminasse de perguntar, antes que soubesse o que estava acontecendo, ele se aproximou ainda mais de mim e me beijou... Eu correspondi ao beijo, apesar de ter sido bem rápido e simples, mas admito, fiquei confusa. Ainda ouvi aquelas últimas palavras dele, e isso me deixou mais tranquila, a partir daí eu abri um sorriso.

Havia ficado confusa pois não sabia se ele havia mesmo dito aquilo tudo por sentir algo especial por mim, e isso me assustou um pouco pois... nunca havia tido um relacionamento assim, nunca me deixei sentir-me presa a uma só pessoa, não que eu não amasse essa ideia (óbvio, eu quero casar um dia), mas por enquanto ainda acho que sou um espírito livre... Mas quando ele disse aquelas últimas palavras, sobre ter que se controlar diante de mim, eu percebi que... pra que me preocupar? O mais certo seria deixar tudo rolar naturalmente, certo? Se for pra acontecer, então que seja!

Enfim, eu estava feliz demais com aquela cena, mas percebi algo maravilhoso quando ele foi se deitar: o banheiro estava vago, e como eu não estava lá muito limpinha mesmo, aproveitei que estava com o pijama novo ainda em minhas mãos e fui tomar banho. Me sequei com uma toalhinha de mão mesmo que encontrei ali, estava preguiçosa demais para achar uma maior, e Kaito estava dormindo mesmo... E aí sim vesti meu pijama novo, voltei pro meu quarto, deixei meu pijama sujo em um cantinho, fui pra cama e me cobri, finalmente iria tirar um cochilo...

Iria voltar para o meu mundo finalmente... E digo isso de forma literal!

♦ The White Swan ♦ @ CG

_________________

avatar
Miyuki Terumi
Furries



Feminino Mensagens : 26
Data de inscrição : 24/06/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 2° andar da Biblioteca

Mensagem por Kaito S. Tawaraka em Qui Jun 27, 2013 7:03 pm




TAG:Deadshot  | WEARING: Suit and coat |NOTES: 22 years, 184 cm, 69kg, Pistols 1 | Pistols 2
A life without challenges...


Não posso negar: dormi muito bem. Acordei as 7 horas e meia da manhã como de costume com o hábito de dormir pouco e aproveitar para deixar tudo pronto e arrumar um pouco meu quarto. Meu primeiro feito foi ir no banheiro e lavar o rosto; tinha que me manter despertado. Aparentemente Miyuki ainda estava dormindo, então tentei ser o mais silencioso possível e agradeci aos deuses que aquelas paredes abençoadas que não deixavam passar o som. Enfim, após cumprir meus deveres higiênicos no banheiro, incluindo a higiene bucal, saí do banheiro e fui em direção a cozinha deixar o café da manhã pronto.

Não foi tempo desperdiçado a toa, disso tive certeza. Após um pouco mais de meia hora de trabalho, o resultado foram algumas panquecas, ovos mexidos e um pouco de bacon, acompanhado de um suco de laranja; um típico café da manhã americano, novamente retirado dos livros e da prática. Comi o meu na mesa da cozinha com bastante calma, apreciando o gosto e deixei o café da manhã de Miyuki do outro lado da mesa, pronto para ser consumido assim que Miyuki acordasse...

Lavei meu prato e então voltei para o quarto, começando a organizar um pouco aquelas pilhas de livro, guardando muitos no armário, outros na prateleira e outros em cima da mesinha de cabeceira, o que levou uma meia hora também. Foi quando peguei o celular de cima da mesa de cabeceira e vi que já eram 8:43 da manhã. Foi então quando liguei meu computador para ver o que se passava no mundo, quando claramente vi algo em meu email. Era Nicholas, um Agente conhecido meu que me ajudava a monitorar as atividades na Europa... Após alguns minutos de leitura, tomei a decisão de ir para a França... Um Ladrão de Almas tinha sido descoberto lá...

Coloquei meu costumeiro terno e com um papel e uma caneta da mesa de cabeceira, escrevi um bilhete para Miyuki. " Preciso ir resolver algumas coisas. Não me espere. Seu café da manhã está pronto, coma o quanto ainda está quente. Vou pedir para uma colega trazer comida para você durante o dia e outras roupas. Sinta-se a vontade para ler alguns livros, ver TV u usar o computador. Desculpe. Assinado, Kaito. "

Deixei o bilhete na sala, e com um isqueiro, um maço de cigarros no bolso, minha carteira e meu celular, fui embora, rumo a França.





...is not worth living

TANKS BEECKY, AT OOPS!



Última edição por Kaito S. Tawaraka em Sex Jul 19, 2013 4:24 pm, editado 1 vez(es)

_________________


If  I  kill you...
I see you in hell. And if I could not save you ...

CREDITS @
avatar
Kaito S. Tawaraka
Agentes Espirituais



Masculino Mensagens : 38
Data de inscrição : 25/06/2013
Idade : 28
Localização : Em nenhum lugar

Ficha do personagem
Nível:
HP:
100/100  (100/100)
Mochila do personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 2° andar da Biblioteca

Mensagem por Miyuki Terumi em Sab Jun 29, 2013 12:08 am

i'm no good at goodbyes


Fazia tempo que eu não dormia em uma cama só minha, e ainda naquela forma. Em minha forma de neka, eu cabia em praticamente qualquer lugar, então até mesmo uma almofada qualquer estava ótima para eu descansar, por isso nunca tive dificuldade de achar um lugar aconchegante nas ruas ou em um sofá de alguém que deixou a janela aberta quando foi dormir, mas eu dava graças a Deus que esses dias haviam acabado.

Eu quase havia esquecido o que era dormir em uma cama de verdade, mas quando acordei, foi a melhor sensação de todas. Minhas costas estavam ótimas, e era quase onze horas, nossa eu havia dormido muito, mas me sentia ótima. Só estava com calor, mas como era a casa do Kaito não iria ficar folgada demais, por isso eu apenas segui para a sala e a caminho de lá eu percebi que havia uma mulher desconhecida na cozinha, mas nenhum sinal de Kaito. Bom, eu não estava com ciúme, pois ele era só meu amigo e tinha direito de trazer quantas mulheres quisesse, então continuei até a sala, onde encontrei um bilhete.

Pelo que dizia, estava fora, e como dizia que uma amiga iria cuidar de mim, eu fui até a cozinha conversar com a mulher e confirmei, era ela mesma, e pelo jeito o rapaz iria ficar fora o dia todo. Não gostei muito daquilo, pois ele havia me deixado sozinha ali, mas tudo bem, ele tinha os assuntos dele, então fui para a cozinha e esperei a amiga de Kaito esquentar de novo o café da manhã para eu.

O restante do dia foi legal, eu fiquei lendo livros na biblioteca enquanto a tal Shizuka trabalhava. Olha, não sei como eu, tão energética, consegui não derrubar nada, pois eu andava, pulava, me pendurava nas coisas enquanto lia, foi muito divertido.

E quando eu pensei que ia ficar sozinha e no tédio o restante do dia, recebo uma mensagem de Kaito pela empregada dele, dizendo que ele sentia muito por me deixar ali sozinha, e ainda queria que eu fosse até ele em Paris. Nossa, eu não conseguia ficar chateada assim! Paris? Sério? Fazia tanto tempo que eu não ia lá, acho que tinha ido só uma vez, e era quando eu ainda era novinha, seria demais!

Então é claro, eu cooperei com Shizuka quando ela me preparava para me levar até o aeroporto, eu iria ainda viajar de avião pela conta do Kaito, e... tá, nessa parte eu fiquei meio nervosa, mas tentei me acalmar e pensar positivo, não gostava de voar mas era uma viagem para Paris, e o Kaito estaria lá para me fazer companhia, eram motivos demais, eu não podia ter medo.

Assim, eu engoli meus medos por hora, e fui para o aeroporto. Estava na hora.

♦ The White Swan ♦ @ CG

_________________

avatar
Miyuki Terumi
Furries



Feminino Mensagens : 26
Data de inscrição : 24/06/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 2° andar da Biblioteca

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum