Parque Edrion

 :: Iridion :: Edrion

Ir em baixo

Parque Edrion

Mensagem por Aminah em Qua Maio 08, 2013 9:43 pm



O parque de Edrion é nada mais que um grande tapete verde, a grama do lugar é macia e quentinha. Um grande espaço aberto com algumas árvores a fazer sombra, um ótimo lugar para repousar e refletir, geralmente se vê bastante crianças brincando ali, e alguns casais fazendo um típico piquenique, não há construções ou qualquer intervenção na natureza, já que as próprias árvores e a grama compõem uma bela paisagem logo mais a dentro se pode descobrir um pequeno lago mágico onde o reflexo pode lhe mostrar o que mais deseja no coração.
avatar
Aminah
Adm + Narrador


Feminino Mensagens : 66
Data de inscrição : 22/04/2013

Ficha do personagem
Nível: Infinito e Além
HP:
100/100  (100/100)
Mochila do personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Parque Edrion

Mensagem por Carmen Manfredini em Sex Jul 05, 2013 6:17 pm


Think of a cool phrase
and imagine it here...


O céu estrelado era um convite para o passeio ao ar livre, e certamente que o Parque de Edrion era um ótimo lugar para aproveitar as estrelas e respirar ar puro. Carmen caminhava pela grama exibindo seu vestido preto, feito com um tecido que parecia ter estrelas nele, e que batia pouco acima dos joelhos. Também usava um salto alto que combinava com a roupa, e os cabelos estavam soltos, sendo sacudidos vez ou outra pela brisa do vento. Assim que chegou ao parque ela se dirigiu para perto do lago, sentando-se comportadamente ali e admirando a paisagem. - É realmente uma bela noite no mundo mágico. Mais bela que o próprio mundo humano...


thanks @ CG

_________________

Familiar taste of poison
I breathe you in again Just to feel you Underneath my skin Holding on to The sweet escape Is always laced with a Familiar taste of poison
avatar
Carmen Manfredini
Ladrões de Almas



Feminino Mensagens : 42
Data de inscrição : 29/05/2013
Idade : 86
Localização : Em todo lugar e em lugar nenhum~

Ficha do personagem
Nível:
HP:
100/100  (100/100)
Mochila do personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Parque Edrion

Mensagem por Alice Madoka em Sex Jul 05, 2013 6:50 pm





Good

Day

Aquele noite estava maravilhosa para passar um tempo em um parque, e sinceramente, como não sou muito fanática por aparecer no mundo humano e a qualquer momento dar de cara com um agente, é claro que eu não iria nem voltar para lá antes de precisar me alimentar, e como a essa altura do dia já não precisava mais me alimentar, não vi problemas em ficar um tempinho em algum lugar bonito para aproveitar aquela noite... E como já estava em Edrion eu pensei: porque não?

Estava ainda razoavelmente vazio ali, apenas alguns românticos estavam ali para aproveitar o luar e olhar as estrelas, e como não sou o tipo de mulher que adora atrapalhar casais, não cheguei perto, fiquei apenas lendo um livro, aproveitando aquela brisa que passava por entre as árvores e batia em mim, sem me importar com meus cabelos agitando-se ao vento...

E enquanto andava, encontrei uma mulher perto do lago do parque, e como ela parecia sozinha e senti que ela compartilhava do mesmo tipo de solidão que eu, resolvi me aproximar, fechando meu livro e o guardando debaixo do meu braço- Concordo com você, queria que todas as noites fossem assim... -comentei em resposta ao comentário da própria mulher, sorrindo enquanto me aproximava, apesar de que, já sabia que ela provavelmente havia sentido minha aproximação antes. Mas como não tinha a intenção de atacá-la, me mantive tranquila- Prazer em conhecê-la, sou a Alice. Qual o seu nome? -perguntei, sorrindo para a mulher. Sério, essa é uma das ocasiões em que eu sou apaixonada por esta minha forma atual- Posso me sentar?




_________________

avatar
Alice Madoka
Ladrões de Almas



Feminino Mensagens : 22
Data de inscrição : 04/07/2013

Ficha do personagem
Nível:
HP:
100/100  (100/100)
Mochila do personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Parque Edrion

Mensagem por Carmen Manfredini em Sex Jul 05, 2013 7:01 pm


Think of a cool phrase
and imagine it here...


Não demorou muito para que uma presença parecida com a sua fosse notada ali no parque, o que era sempre bem vindo para Carmen. O que poderia compreender melhor a solidão de um ladrão de almas além de outro ser da sua "espécie"? A mulher sorriu e ajeitou as madeixas negras enquanto via a aparente criança vir em sua direção e ajeitou a postura, abriu um sorriso e respondeu-lhe educadamente. - Infelizmente a natureza não suportaria tantas noites de completa beleza, mas talvez seja por serem raras que elas são tão belas. Sou Carmen, é um prazer. - Ao ouvir a pergunta da "jovem", passou a mão pela grama como se fosse limpá-la, e logo deu um leve e convidativo tapinha no local. - Mas é claro! Boa companhia é sempre bem vinda. O que fazes por aqui, pequena? - Disse de modo amigável, e esperava que ela não se irritasse com a expressão usada. O parque estava cheio de casais enamorados e chamar uma aparente criança de outra coisa que não a remetesse a uma seria, no mínimo, estranho.


thanks @ CG

_________________

Familiar taste of poison
I breathe you in again Just to feel you Underneath my skin Holding on to The sweet escape Is always laced with a Familiar taste of poison
avatar
Carmen Manfredini
Ladrões de Almas



Feminino Mensagens : 42
Data de inscrição : 29/05/2013
Idade : 86
Localização : Em todo lugar e em lugar nenhum~

Ficha do personagem
Nível:
HP:
100/100  (100/100)
Mochila do personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Parque Edrion

Mensagem por Alice Madoka em Sex Jul 05, 2013 7:44 pm





Good

Day
É claro que fiquei feliz quando aquela garota finalmente falou comigo. Ela foi super gentil, parecia estar alegre e realmente aquela noite parecia inspirar qualquer um, quem não iria ficar feliz com isso? Eu não pude deixar de dar aquela risadinha ao vê-la se arrumando quando fui me dirigir a ela, parecia querer me impressionar ou algo assim. Tá, ela não queria realmente me impressionar, eu entendia isso, assim como eu ela só queria uma amiga, e é claro que eu ia ajudá-la nisso, se eu puder claro, adoraria ter ao meu lado alguém que entendesse bem de meu sofrimento.

Vendo aquele sorriso da minha nova amiga e a maneira educada com que ela me respondeu, correspondo de maneira igual, ajeitando meu vestido negro para ao menos estar bonita diante daquela pessoa, talvez estivesse diante de uma nova amiga de verdade- Nossa, pensamos igual! -comentei, corada por ter percebido aquilo- O prazer é todo meu Carmen! -falei, dando uma risada calorosa enquanto me dirigia até ela e me sentei ao seu lado, abraçando meu livro contra meu peito- Obrigada! Faz tanto tempo que não encontro... sabe... alguém como eu... -tentei dizer, mas sem dizer exatamente, só que era difícil fazer isso. Ah, claro, depois notei que havia esquecido de responder a última pergunta da mulher- Ah... sabe, eu vim relaxar, ler um livro, adoro fazer isso quando estou em um lugar bonito assim. -comentei, mostrando a ela meu livro de capa dura que falava sobre animais.

- Mas admito que as vezes sinto inveja desses casais... -deixei escapar, enquanto virava o rosto para olhar um casal que passava perto, se beijando- Mas ainda assim, melhor aqui que o mundo humano, né? -comentei a ela, abrindo um sorriso amigável- E você? O que faz por aqui? Digo... lhe atrapalhei? Você espera algum namorado ou companheiro de... caça? -perguntei a ela bem baixinho nessa ultima parte, pois não sabia bem como abordá-la para falar daquele assunto... Se é que seria legal falar de tal assunto em uma noite tão bonita né? Aliás, podíamos até formar um grupo para ficarmos mais seguras! Será que outros ja pensaram nisso?




_________________

avatar
Alice Madoka
Ladrões de Almas



Feminino Mensagens : 22
Data de inscrição : 04/07/2013

Ficha do personagem
Nível:
HP:
100/100  (100/100)
Mochila do personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Parque Edrion

Mensagem por Carmen Manfredini em Sex Jul 05, 2013 8:08 pm


Think of a cool phrase
and imagine it here...


Carmen ouvia educadamente as coisas que Alice dizia, e sorriu ao perceber que ela carregava um livro sobre animais. Ladrões sempre buscavam o máximo de informação disponível pelo mundo, e Carmen não se surpreenderia muito se a nova companheira de raça tivesse devorado aquele exemplar em pouco tempo. - Entendo... Com a constante vigília dos agentes, fica mesmo difícil encontrar companheiros ou conviver em grupos. Mas você não precisa ficar assim. - A ladra passou a mão gentilmente pela cabeça da jovem, lhe fazendo uma espécie de cafuné enquanto sorria. Certamente que ela não era tão velha como a própria Carmen, e vários seres de sua raça ainda tinha uma enorme dificuldade em se comunicar com o mundo sem se expor. Carmen felizmente havia superado aquela fase, mas vez ou outra tinha uma infeliz "recaída"... - Ah, esses locais são realmente ótimos para ler e apreciar a arte em geral. Esse livro é algum favorito seu? - Disse enquanto admirava a bela capa do livro e passava a mão sobre o relevo do mesmo, se distraindo até ouvir a frase de Alice. - Oh, sério? - E por coincidência ou não a mulher olhou para o mesmo casal, deixando escapar um sorriso triste. - Pelo menos eles tem alguém que os entende... Não é? Ah, sim, aqui é bem melhor que o mundo humano, pelo menos quanto ao número de agentes. Aquela sede da outra cidade não parece muito agitada, então não temos lá muito perigo... - A mulher ajeitou uma mecha do próprio cabelo, e em seguida, uma do cabelo da jovem. - Estava fora do lugar. - Sorriu, enquanto voltava a olhar para o céu. - Eu apenas estou rodando os mundos, como sempre... É claro que não me atrapalha, bobinha. Também gosto de companhia. E quanto a caça... - Levou a boca próxima a orelha da jovem, sussurrando. - Sempre preferi fazer isso sozinha. Pra não chamar atenção demais. - Logo se ajeitou e sorriu outra vez. - E você? Gosta de andar em grupos?


thanks @ CG

_________________

Familiar taste of poison
I breathe you in again Just to feel you Underneath my skin Holding on to The sweet escape Is always laced with a Familiar taste of poison
avatar
Carmen Manfredini
Ladrões de Almas



Feminino Mensagens : 42
Data de inscrição : 29/05/2013
Idade : 86
Localização : Em todo lugar e em lugar nenhum~

Ficha do personagem
Nível:
HP:
100/100  (100/100)
Mochila do personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Parque Edrion

Mensagem por Alice Madoka em Sex Jul 05, 2013 9:06 pm





Good

Day
Eu nem conseguia esconder minha felicidade quando comecei a conversar com Carmen, era tão legal encontrar alguém que entendia a dor da solidão e também compartilhava comigo a mesma raça, era como se eu tivesse encontrado uma irmã mais velha ou algo parecido, pois eu podia sentir que ela era bem mais experiente que eu, e não, não falo apenas por estar naquela forma. Ela parecia fazer muito mais do que só me olhar, ela me analisava, eu sentia isso, ou estava só pensando muito enquanto conversávamos, não sei, mas ela era incrível.

- Não? É que achei que haviam grupos de nós por aí, unidos contra os agentes... Mas nunca encontrei alguns de nós juntos, então nem sabia mais se isso é possível... -comentei, e estava realmente sendo sincera. E gente, eu fiquei tão vermelha quando ela passou a mão na minha cabeça como que fazendo um cafuné, eu sentia que podia confiar em alguém finalmente, depois de muito tempo. Nunca vi alguém fazer esse tipo de coisa comigo, de forma amigável, então é claro que me permiti continuar sendo criança- Concordo, não tem muitos assim no mundo humano graças a toda aquela poluição, e eles ainda fingem que nem sabem o porque! -disse, meio indignada mesmo pois acho os humanos burros demais- Ah, o livro? Não, não, tipo, é de uma biblioteca, eu planejava vir aqui hoje então passei em uma biblioteca e peguei emprestado pois é um livro bem grande e acho que até amanhã já termino... É só para passar o tempo, eu sou apaixonada por animais! Acho eles mais legais que a maioria das pessoas... -comentei, e na verdade eu acho que era realmente verdade. Muitos animais são bem mais gentis do que as pessoas, embora nem todas as pessoas sejam realmente más.

E eu notei a surpresa dela ao me ouvir falar sobre ter inveja dos casais, e lembrei-me como aquilo soava estranho quando saía dos lábios daquela garotinha que eu tanto parecia- É, bem... Todos sonham em ter alguém, né? Eu também adoraria ter alguém só pra mim também... Já sou uma mocinha já! -falei bem sem graça, pois sabia que aquilo soava estranho mas era a verdade, só esperava que a moça não ficasse com uma péssima imagem de mim depois disso- Isso também! Nunca sentir solidão seria ótimo! -disse em resposta as palavras dela, sobre os casais terem alguém para partilhar os momentos e nunca estarem sozinhos- Ah, é verdade... eu nem sei mais aonde durmo, mas fico sempre pra lá e pra cá, tentando evitar sempre os agentes... Céus, porque não pode ter um lugar seguro para pessoas como nós? -digo, decepcionada com aquela situação dos agentes. Afinal de contas, eu não sou uma ameaça!

Céus, e quando ela ajeitou meu cabelo logo depois do dela, eu fiquei tão vermelha que até tive vontade de esconder minha cara, mas não fiz por educação, e não queria desarrumar o que ela havia arrumado é claro- O-Obrigada... -agradeci, gaguejando é claro, só pra variar- Aih, sério? Obrigada! Eu nem lembro qual foi a última vez que sentei com alguém para conversar em paz. -desabafei, e abri um sorriso, pouco antes de ela me sussurrar no ouvido que preferia andar sozinha- Ahhh, entendo, faz sentido, quanto mais de nós juntos, mais fácil para os agentes nos acharem... -comento, tentando esconder minha decepção, mas fazia sentido pois nós chamávamos muita atenção mesmo, infelizmente- Ah, não, é que... Eu nunca andei em grupo, mas eu achei que seria mais seguro andar em grupo sabe, pois sou fraca ainda... -confessei, e sinceramente nem era humildade minha, era verdade mesmo- Não é mesmo uma boa ideia andarmos em grupo?





_________________

avatar
Alice Madoka
Ladrões de Almas



Feminino Mensagens : 22
Data de inscrição : 04/07/2013

Ficha do personagem
Nível:
HP:
100/100  (100/100)
Mochila do personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Parque Edrion

Mensagem por Carmen Manfredini em Sex Jul 12, 2013 4:04 pm


Think of a cool phrase
and imagine it here...


Era uma grande honra para Carmen conversar com outro ser da sua raça, e Alice fazia o tipo mais compatível possível com a ladra. Parecia ser diferente dos outros ladrões de alma com quem havia esbarrado na sua longa vida, pois todos eles tentavam mostrar-se fortes e superiores para esconder o seu vazio interior. Mas Alice era diferente, ela demonstrava seus medos e suas possíveis fraquezas, e aquilo encantava cada vez mais a mulher na sua frente. - Há muito tempo atrás, quando eu ainda era jovem e inexperiente, eu vi ladrões de almas se juntarem para enfrentar a Organização. - Carmen passou as mãos pelos cabelos negros, os ajeitando momentaneamente - Todos morreram em questões de segundos. Infelizmente o deus que nos criou, ou o monstro - tudo depende de um ponto de vista, creio eu -, não gostava muito de companhia ou estava com muita raiva no dia em que nos colocou no mundo. Somos criaturas deveras desafortunadas, minha pequena. Infelizmente.
A mulher suspirou quando terminou de falar, sem perceber que aquilo tudo poderia assustar sua companhia. Estava começando a sentir a "fome" novamente, e aquilo atrapalhava um pouco seu bom humor. - Ah, devido ao baixo QI dos humanos, eu não duvidaria muito se alguns deles realmente não soubessem o porquê, minha cara. E esse livro parece ser realmente interessante, animais são deveras agradáveis em seu geral. - A mulher sorriu, e voltou a fazer cafuné instintivamente em Alice. Ao ouvir ela dizer que já era uma mocinha, não pôde deixar de sorrir. - Mas é claro que já é uma, eu acredito em você. Mas as pessoas ao redor não podem ter uma boa imagem disso... - Carmen mostrou-lhe discretamente um rapaz que parecia olhar de um jeito estranho para Alice. - Esse mundo também é um tanto podre.
Por fim a mulher se rendeu e deitou na grama, cruzando as pernas para que seu vestido que lembrava aquele céu estrelado não deixasse escapar nenhum pedaço indesejado (ou o oposto, vai saber) de seu corpo enquanto a brisa batia levemente em seu rosto. Ah, eram aqueles pequenos momentos que a faziam ser tão feliz...
- Quem sabe um dia não existirá um lugar perfeito para nós, hein? Desde que os de nossa espécie saibam diminuir sua presença consideravelmente, isso seria possível. E isso tornaria as coisas bem mais difíceis para os agentes... - Ela não pôde deixar de sorrir.
Ao perceber o quanto Alice havia ficado vermelha com o tão simples ato da mulher, Carmen não pôde deixar de abrir outro sorriso, dessa vez mais amigável. - Não precisa agradecer. E bem, quanto aos grupos, é o que eu te disse... Não estamos muito aptos a isso, não por enquanto. Mas duplas ou trios não são tão detectáveis assim. São mais seguros até do que andar sozinho.


thanks @ CG

_________________

Familiar taste of poison
I breathe you in again Just to feel you Underneath my skin Holding on to The sweet escape Is always laced with a Familiar taste of poison
avatar
Carmen Manfredini
Ladrões de Almas



Feminino Mensagens : 42
Data de inscrição : 29/05/2013
Idade : 86
Localização : Em todo lugar e em lugar nenhum~

Ficha do personagem
Nível:
HP:
100/100  (100/100)
Mochila do personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Parque Edrion

Mensagem por Alice Madoka em Sex Jul 12, 2013 5:12 pm





Good

Day
Admito que quando nos encontramos ali eu nem imaginava o que iríamos conversar ou se nos daríamos bem, imaginava que ela era bem mais experiente do que eu, só não tive medo realmente por ter certeza que ela compartilhava comigo aquela solidão que só uma ladra de almas conhece, por mais que se disfarce ou que se infiltre na vida de outras pessoas... Mas quem diria que em pouco tempo estaríamos sentadas juntas próximas daquele lago?

Eu nunca imaginei que iria conseguir uma amizade, ainda mais com alguém como ela, mas aos poucos fui me sentindo tão a vontade com ela que não tinha mais medo de demonstrar minhas fraquezas, eu confiava nela e... queria que ela fosse minha amiga. E tá bem, admito também que, com essa nossa conversa sobre grupos de ladrões de almas existirem ou não, pensei mesmo em tentar falar com ela sobre poder andar com ela, pois ainda sentia que precisava de alguém mais experiente ao meu lado para me sentir mais segura. Só que, quando ela disse que preferia andar sozinha, eu meio que recuei, mas o pior foi quando ela começou a falar da experiência que tinha com os ladrões que já se reuniram para enfrentar a organização. Essa foi a pior parte.

Escutar o que havia acontecido com aquele grupo que havia se formado a muito tempo e que Carmen havia presenciado me deixou assustada, não sabia nem que cara fazer quando ela terminou de falar sobre o tal grupo e o possível ser que havia criado a todos nós- Meu Deus, por que fomos criados assim? O que fizemos para sermos tão amaldiçoados? -dizia, triste e cabisbaixa- Queria um dia poder encontrar um lugar seguro para viver... Ou encontrar esse nosso criador e saber porque nos fez assim... -disse, sincera mas sem nenhuma esperança de conseguir isso um dia.

Consegui esquecer um pouco daquela tristeza quando Carmen voltou a falar sobre o QI dos humanos e os animais, era legal ter alguém que compartilhava comigo os mesmos gostos, ela me entendia mesmo. E é claro, com isso a conversa continuou de maneira normal- Não? -perguntei, quando ela disse sobre as pessoas não terem uma boa imagem quanto a eu ser como sou. Então quando ela mostrou-me aquele rapaz que me olhava de maneira estranha, deixei-o em paz, como sempre faço quando vejo pessoas me olhando assim... sério, não tenho vergonha de que me olhem assim, e eu estava com uma amiga, então decidi me concentrar só em conversar com ela- Entendo o que você diz... Só não entendo qual o problema que eles enxergam de eu ser assim... -disse enquanto olhava para o rapaz, e confesso que levemente brava, mas tudo bem.

Quando vi Carmen se deitar na grama e cobrir discretamente aquela parte que sem querer aparecia graças ao que ela vestia, não consegui deixar de esboçar um sorriso, entendia ela então decidi ajudar... Me deitei também, mas apoiei minha cabeça no colo dela, e ajeitei meus cabelos longos para cobrirem o que ela estava tentando esconder- Encontrar um lugar seguro para nós... é esse meu maior sonho sabia? -disse, sonhadora enquanto olhava para os céus- E bem... eu entendo agora o porque não é indicado nós andarmos em grupo, mas concordo com você... Andar com mais um ou dois não deve fazer tanta diferença no ''radar'' dos agentes... -eu dizia, esperançosa e vermelha, dando graças a Deus por meu rosto não estar tão fácil de Carmen ver- Err, mas... e você não aceitaria ter alguém contigo mesmo? Tipo... entendo que você prefere estar sozinha mas... -pois é, não consegui terminar, até enroscava meus dedinhos uns nos outros de tão sem graça de estar falando aquilo com aquela mulher...

Sério, como pude ser tão cara de pau?





_________________

avatar
Alice Madoka
Ladrões de Almas



Feminino Mensagens : 22
Data de inscrição : 04/07/2013

Ficha do personagem
Nível:
HP:
100/100  (100/100)
Mochila do personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Parque Edrion

Mensagem por Carmen Manfredini em Seg Jul 15, 2013 4:50 pm


Think of a cool phrase
and imagine it here...


Na hora não havia medido as palavras, mas quando viu o estado de Alice depois de aquilo, ela certamente teve vontade de esconder sua face na terra para nunca mais tira-la dali. Oh céus, o que ela havia feito? Agora a garota estava assustada e seus possíveis planos para o futuro podiam ter sido destruídos por causa de poucas palavras. - Ei, não fique assim... Tudo na vida tem suas razões, por mais injustas que elas sejam. Pra que haja o equilíbrio alguém tem que receber a parcela ruim das coisas... Mas quem sabe um dia as coisas não melhoram, hein? Não costumam dizer que o mundo dá voltas? Quem sabe isso não acontece logo?
Carmen não sabia realmente o que dizer e no puro instinto abraçou Alice, ficando em silêncio enquanto olhava para o céu estrelado e mexia em seus cabelos loiros. Continuou daquela maneira até a garota se deixar levar por outros assuntos, mas aquilo ainda pesava levemente em sua consciência. - É... humanos são estranhos. Eles nunca enxergam as coisas como elas realmente são.
Ao ver que Alice havia deitado em seu colo e usado seus cabelos para lhe salvar de olhares desnecessários Carmen sorriu novamente, afagando os cabelos da pequena. - Temos que nos acostumar com a natureza nômade, pequena. Mas se esse é o seu sonho, desde que se esforce bastante conseguirá realizá-lo, tenho certeza. E o problema com os agentes não é apenas na quantidade, mas existem aqueles que só de olhar pra você já sabe que é uma inimiga. - A mulher suspirou, lembrando do seu último encontro com alguns agentes em Paris, até ouvir o que a menina havia dito sobre a própria Carmen andar em grupos. - Não sei do que está falando, pequena. Só vou entender se terminar a frase. - Disse de um jeito sarcástico, deixando bem claro que queria ouvir o pedido de Alice mesmo sabendo o que ela queria.


thanks @ CG

_________________

Familiar taste of poison
I breathe you in again Just to feel you Underneath my skin Holding on to The sweet escape Is always laced with a Familiar taste of poison
avatar
Carmen Manfredini
Ladrões de Almas



Feminino Mensagens : 42
Data de inscrição : 29/05/2013
Idade : 86
Localização : Em todo lugar e em lugar nenhum~

Ficha do personagem
Nível:
HP:
100/100  (100/100)
Mochila do personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Parque Edrion

Mensagem por Alice Madoka em Seg Jul 15, 2013 6:07 pm





Good

Day
Bom, como vocês podem ver, eu estava péssima com aquelas palavras da mulher, aquilo havia sido uma pancada em alguns de meus sonhos, mas não a culpo. Carmen estava só sendo sincera, e nem havia percebido inicialmente como eu havia ficado, então com certeza não tinha me deixado daquela maneira propositalmente. Mas saber que não haviam nem grupos de nós por aí, ou uma espécie de quartel-general onde todos nós podíamos nos organizar e nos defender juntos dos agentes, realmente havia sido péssimo, com certeza seria bem mais difícil encontrar um lugar mais seguro para viver agora...

Mas ainda assim, a esperança é a última que morre...certo? Claro que a impossibilidade de seres de minha raça se reunirem sem chamarem a atenção de todos os agentes que existam pelas redondezas era um belo tiro no estômago de minhas esperanças, mas uma hora eu podia achar um jeito... E eu gosto de tentar bancar a durona e fingir as vezes que não tenho sentimentos, mas admito que foi ótimo receber aquele abraço de Carmen, junto de suas palavras de conforto- Eu entendo, o equilíbrio está em toda parte... mas espero que pelo menos algo de bom aconteça conosco... Ninguém merece estar sozinha no mundo... -eu dizia com tristeza, lembrando do que acontecera comigo, mas é claro que também tinha uma certa felicidade, pois fazia tempo que eu não recebia um abraço daqueles- Tomara que esteja certa Carmen....

E eu a abraçava com força, até repousava minha cabeça em seu peito, ela era quente e eu adorava aquilo. A muito tempo não sentia alguém mexer em meus cabelos, e estava tão bom que eu não queria melhorar nunca, mas acabamos mudando de assunto e nos separamos um pouco. Mas por mais que eu tenha melhorado, ainda não conseguia esquecer do fato de que estaria sozinha para sempre- Odeio humanos... digo, alguns... mas em maioria eles são legais, por mais desmiolados que sejam... -e é claro que eu passava o tempo falando mal daqueles macacos pelados.

Mas é claro, o assunto voltou para a vida que pessoas como nós vivíamos e eu queria mudar isso, e antes que eu percebesse, já estava falando com ela sobre meu maior sonho- É difícil me acostumar com essa vida... Mas obrigada! Eu realmente pretendo achar um jeito de não precisarmos mais fugir, e quanto aos agentes... Bem, espero continuar com minha sorte e não me deparar com um agente bom assim. -disse tudo com muito medo é claro, pois não queria viver assim para sempre e também não queria ir parar nas mãos de um agente tão forte- Quantidade e radares precisos demais... estou ferrada... -falei, desanimada.

Tudo estava perdido, só que eu, teimosa, claro que tinha que fazer aquela última pergunta para ela. Só que desta vez a vergonha na cara apareceu muito cedo para mim, e é claro que eu odiei isso- Tá...ta bem... -falei totalmente sem graça, mas tentei, é claro- É que eu entendi porque você prefere ficar sozinha do que ter mais alguém contigo... Mas... eu poderia lhe acompanhar? Sabe...quando estiver no mundo humano pelo menos, posso...andar perto de você ou algo assim? -perguntei, toda vermelha como uma maçã.

Depois (em parte para esconder meu rosto dela, assim como também queria me sentir mais segura) eu me deitei ao lado dela, mas com meus cabelos ainda cobrindo o que podiam do corpo de Carmen que escapava pelas roupas dela. Por fim a abracei e deixei minha cabeça descansando no peito dela, e admito... desta vez, fiquei corada porque o achei muito macio e gostei daquilo. Até abri um sorriso, mas nunca vou dizer porque.





_________________

avatar
Alice Madoka
Ladrões de Almas



Feminino Mensagens : 22
Data de inscrição : 04/07/2013

Ficha do personagem
Nível:
HP:
100/100  (100/100)
Mochila do personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Parque Edrion

Mensagem por Carmen Manfredini em Seg Jul 15, 2013 7:40 pm


Think of a cool phrase
and imagine it here...


Por mais que os minutos se passassem, Carmen continuava pensando na besteira que havia dito para Alice, e aquilo era do tipo de coisa que a mulher refletia por dias, meses, anos até. Tempo era o que não faltava para os de sua raça, e Carmen era do tipo que o desfrutava pensando. Um hábito que muitos humanos deveriam fazer mas que poucos aderiam, infelizmente.
Passou as mãos pelos cabelos negros e olhou mais uma vez para o céu, para logo depois voltar a atenção para Alice outra vez e ouvir o que ela dizia. - Realmente, ninguém merece ficar sozinho. - Carmen olhou para a grama e por um momento toda a solidão de sua vida pareceu vir a tona, mas ela simplesmente a ignorou e continuou abraçada a Alice. Era como se ela deixasse aquele momento mais feliz, mesmo que não falassem nada e Carmen precisava daquilo, por mais que não demonstrasse. A menina apertava o abraço e Carmen simplesmente retribuía, enquanto ela repousava a cabeça em seu peito e provavelmente ouvia o coração da mulher batendo. Era algo... único.
Por fim elas soltaram-se do abraço por mais que Carmen, pelo menos por dentro, não quisesse aquilo. Logo elas voltaram para a conversa e Alice parecia um pouco melhor no fim das contas.
- Eu diria que humanos são seres interessantes, mas não sei se gosto deles. Aprendi que brincar com a refeição não é muito aconselhável. E eu já disse, você vai conseguir. Basta se esforçar. - Disse, abrindo um pequeno sorriso. - Com o tempo você aprende a fugir dos agentes.
A mulher ficou em silêncio por um instante, esperando que as palavras de Alice viessem. Viu que a garota estava aparentemente sem graça e aquilo era algo extremamente fofo. Sorriu ao ver que ela havia começado a falar e o quanto que ela havia ficado vermelha com aquilo tudo. - É claro que pode, pequena. Desde que tome cuidado pra não ser vista por agente nenhum, não vejo problema. Por mais que eu tenha de me acostumar a andar acompanhada... Ah, e pode me acompanhar por aqui também.
A mulher soltou uma pequena risada enquanto Alice escondia o rosto no seu peito, e voltou a abraçá-la em silêncio, encostando o queixo no ombro da garota. Não sabia pelo quê ela havia passado, mas deveria ter acontecido algo em seu passado para ela ter tanto medo assim de andar sozinha.
- Não tem problemas. Você está segura agora.



thanks @ CG

_________________

Familiar taste of poison
I breathe you in again Just to feel you Underneath my skin Holding on to The sweet escape Is always laced with a Familiar taste of poison
avatar
Carmen Manfredini
Ladrões de Almas



Feminino Mensagens : 42
Data de inscrição : 29/05/2013
Idade : 86
Localização : Em todo lugar e em lugar nenhum~

Ficha do personagem
Nível:
HP:
100/100  (100/100)
Mochila do personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Parque Edrion

Mensagem por Alice Madoka em Seg Jul 15, 2013 9:15 pm





Good

Day
Não sabia realmente o que se passava na mente de Carmen no momento em que ela fitou a grama e concordou comigo quanto ao que eu havia dito sobre ninguém merecer ficar sozinho, ainda mais no nosso caso especial é claro... Ou melhor, no meu né, já que estou ainda a pouco tempo nesse ''negócio'' e sou a novata entre nós, mas tudo bem. Eu só imaginei que ela estava pensando sobre algo marcante seu passado, então decidi não atrapalhá-la em seu raciocínio, ela parecia concentrada mas não muito feliz... Só continuei a abraçá-la, já estava bom demais.

Eu já estava me achando folgada demais já, aconchegada naquele abraço gostoso, eu era só amiga da Carmen e já estava sentindo minha mãe nela, eu meio que achei bom nós termos nos separado do abraço naquele momento por causa disso, não queria acabar me acostumando demais com ela, talvez nós nem nos encontremos mais. Mas realmente aquilo foi confortável, e óbvio, os assuntos que voltaram a surgir foram ótimos, eu até voltei a rir- Ah eu te entendo você! Por isso eu tento socializar apenas com quem considero confiável e que eu ainda não pretenda almoçar! -disse entre risadas essa frase, era incrível como nunca tinha tido uma conversa assim antes- Nossa, tá vendo porque eu gosto tanto disso? Nunca poderia ter uma conversa assim com qualquer pessoa! -e novamente eu estava rindo, realmente sentia que estava melhorando- Obrigada Carmen, por acreditar em mim... -agradeci, acanhada é claro...

Fazia tanto tempo que eu estava sozinha que já nem mais imaginava ser possível eu ficar corada ou sem graça assim, era realmente mágico estar ali com aquela mulher, a melhor amiga que eu poderia ter! E você nem pode imaginar qual foi a sensação de ter finalmente conseguido falar tudo o que eu queria para ela e ainda ouvir aquela resposta, não tinha coisa melhor- Sério? Jura? -perguntei duas vezes para tentar confirmar mesmo se havia ouvido direito, e só por eu me sentar e sorrir de orelha a orelha já dava para saber que eu estava feliz da vida- Nossa, eu juro que vou fazer de tudo para ser discreta e vou seguir suas regras! Não vou te dar problemas, vou também deixar sempre você ter seu tempo pra pensar ou pra ficar sozinha se quiser! Vou fazer tudo o que você mandar Carmen, eu prometo! -disse feliz da vida, e já chegava até a pensar em abraçá-la de novo, mas não queria sufocá-la.

Carmen já estava fazendo esforço em deixar que eu andasse perto dela algumas vezes, então não ia forçar... Só não resisti em continuar com meu rosto escondido no peito dela, e já ia deixar ela em paz quando senti seu abraço, e sério, me senti de novo com a minha mãe, protegida- Obrigada por ser tão gentil comigo... -agradeci, sussurrando pra ela antes de depositar um beijinho na bochecha dela enquanto a abraçava, envolvendo o pescoço dela com seus bracinhos- ...eu também não vou deixar nada acontecer contigo... -céus, eu estava tão feliz e aconchegada que quase a chamei de mamãe. Mas é claro, pra afastar esse meu engano da minha cabeça eu tinha que continuar, então tentei tirar a primeira dúvida que me surgiu de repente- Você dormir onde hoje? -perguntei, ainda abraçada com ela.





_________________

avatar
Alice Madoka
Ladrões de Almas



Feminino Mensagens : 22
Data de inscrição : 04/07/2013

Ficha do personagem
Nível:
HP:
100/100  (100/100)
Mochila do personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Parque Edrion

Mensagem por Yamato King em Ter Jul 16, 2013 4:04 pm


Quanto quer apostar ?



Caminhava lentamente pela cidade e pensava no que tinha escrito..é seria difícil alguém me procurar mas se viesse seria realmente interessante e eu estava preparado, dava uma leve risada e continuava a caminhar lentamente até que olhava ao redor percebendo aonde estava..um lugar verde realmente belo mas o que mais me chamava a atenção era duas garotas na frente..uma menor e outra maior sentadas lado a lado e uma abraçada a outra, erguia um pouco minha sobrancelha ao ver a cena mas logo dava de ombros e ia mais adentro da tal praça me sentando na sombra de uma arvore encostado na mesma e logo apenas fitava o casal superficialmente tentando ora ou outra ouvir algo mais alto que saia dali.



Thanks, Lollipop @ Sugaravatars

_________________

avatar
Yamato King
Magos



Masculino Mensagens : 41
Data de inscrição : 14/05/2013
Localização : Somewhere of the World

Ficha do personagem
Nível:
HP:
100/100  (100/100)
Mochila do personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Parque Edrion

Mensagem por Carmen Manfredini em Ter Jul 16, 2013 7:05 pm


Think of a cool phrase
and imagine it here...


Carmen soltou um suspiro, sentindo-se mais aliviada ao ver que a garota parecia ter melhorado bastante após saber que poderia conviver com a mulher e só então percebeu que estava um tanto cansada. Esticou os braços até ouvir alguns ossos estalarem e fez um último cafuné em Alice, pedindo licença para levantar-se e ajudando a garota a fazer o mesmo.
- Bem, você parece nunca ter se encontrado com outro de nossa raça antes, pequena. Eles poderiam te ensinar boas coisas, inclusive a como socializar-se com a comida. - A mulher também riu, esticando o corpo mais um pouco para expulsar a preguiça, e se possível, a fome. Provavelmente só "comeria" algo pela madrugada ou pela manhã. Por mais que Alice fosse da mesma raça que ela, era como se fazer aquele tipo de coisa perto da menina fosse algo ruim ou que lhe desse más influências. Engraçado, não?
- Não precisa agradecer, pequena. Espero que possamos conviver bem juntas. - A mulher sorriu enquanto limpava a grama do vestido negro, e ao mesmo tempo viu um homem que parecia olhar para elas.
Depois de confirmar para Alice que sim, ela poderia viver com Carmen e lhe encher de mais abraços e retribuir-lhe as palavras, a mulher coçou momentaneamente a cabeça, pensando um pouquinho.
- Existe um lugar deveras interessante, chamado O Formigueiro. Por quê não vamos para lá? - Disse sorrindo.



thanks @ CG

_________________

Familiar taste of poison
I breathe you in again Just to feel you Underneath my skin Holding on to The sweet escape Is always laced with a Familiar taste of poison
avatar
Carmen Manfredini
Ladrões de Almas



Feminino Mensagens : 42
Data de inscrição : 29/05/2013
Idade : 86
Localização : Em todo lugar e em lugar nenhum~

Ficha do personagem
Nível:
HP:
100/100  (100/100)
Mochila do personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Parque Edrion

Mensagem por Alice Madoka em Ter Jul 16, 2013 7:59 pm





Good

Day
Aos poucos fui percebendo que Carmen também estava melhorando também (pois eu já estava ótima agora que sabia que iria ter uma amiga, finalmente), não estava mais tão pensativa, triste ou alguma coisa do tipo, ao menos agora parecia mais focada em outras coisas, ainda que parecesse um pouco preocupada. Mas não me preocupei, afinal de contas nem sei se poderia ajudar ela a se tranquilizar caso continuássemos a conversar sobre problemas, e como ela também estava alegre e continuando com o assunto, a acompanhei.

E claro, saí de cima dela quando ela pediu é claro, ajudamos uma a outra a levantar, e pelo que eu pude ouvir quando ela se espreguiçou um pouco antes de me pedir licença para se levantar, realmente seria muita sacanagem não ajudá-la, ela parecia muito cansada. Mas é claro, quando nós já estávamos de pé, ri novamente com aquele cafuné gostoso dela- Encontrar eu já encontrei algumas vezes, mas você é a primeira que é tão legal comigo... -admiti- Alguns eram tão mal encarados que eu nunca fiquei tempo o bastante para falar com eles... -e então tremi levemente só de lembrar daqueles outros ladrões de alma- Mas agora vou aprender tudo com a melhor, né? -disse, alegre demais é claro.

Eu ainda a observei enquanto a via se alongar, quieta é claro, pois sabia que ela devia estar precisando de descanso também, e não a culpo pois estava começando a ficar tarde até para mim, e olha que eu adoro dormir de madrugada- Vou agradecer só as vezes então! -brinquei- Ah eu farei de tudo para nos darmos bem! Não vou estragar isso, prometo! -disse, sorridente e até emocionada. Então comecei a tirar toda a grama e terra que havia ficado em minhas roupas junto de Carmen, e seguindo seu olhar eu também notei aquele novo homem estranho que nos olhava. Não lembro de tê-lo visto ali no parque antes, então supus que ele havia acabado de chegar, mas deixei isso de lado pois já estava de saída, não importava que ele nos olhasse.

Depois de já me acostumar com aquela minha alegria toda, consegui começar a pensar um pouco naquela última proposta que Carmen havia feito- O Formigueiro? Nunca o vi... -admiti, pensativa- Vamos! Adoro ir a lugares novos! -disse sorridente enquanto segurava a mão de Carmen, e admito que só estava confiante daquela forma pois eu estava com ela- Então, aonde ele fica? -perguntei, enquanto começava a andar com a moça para fora do parque, deixando ela nos guiar.





_________________

avatar
Alice Madoka
Ladrões de Almas



Feminino Mensagens : 22
Data de inscrição : 04/07/2013

Ficha do personagem
Nível:
HP:
100/100  (100/100)
Mochila do personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Parque Edrion

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 :: Iridion :: Edrion

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum